top of page
LOGO

SAUDAÇÕES

Descubra o mundo de possibilidades na Universidade de Saint Thomas! O nosso dedicado conselho reitoral está empenhado em proporcionar uma educação de alto nível e uma experiência estudantil vibrante. Junte-se a nós e faça parte de uma comunidade de aprendizagem solidária e inovadora

A Fundação da Universidade São Tomás em Moçambique

''Desde muito cedo, manifestou-se em mim um profundo desejo de contribuir pessoalmente para o desenvolvimento do povo moçambicano, considerando o homem como um todo. A formação humana nas suas diferentes vertentes, cultural, académica, técnica, mas sobretudo moral e cívica, foi um dos grandes objectivos a que me propus.

Em várias ocasiões manifestei esta preocupação de que o nosso país não pode ser considerado totalmente livre e independente enquanto não atingir níveis mais elevados na educação e formação dos seus cidadãos, tanto em quantidade como em qualidade. A luta contra o desenvolvimento aligeirado, a vários níveis, a proliferação de doenças cuja cura só se torna difícil por falta de domínio da ciência e da tecnologia, a dependência do exterior, nos ramos económico, político, cultural e outros, são, dos factores mais importantes que determinaram que eu me envolvesse pessoalmente na criação de condições de ensino e educação para o povo moçambicano, sobretudo para as camadas mais desfavorecidas.

Embora reconheça o esforço que tem sido feito pelo Governo do país, é certo que o caminho ainda a percorrer é muito longo. Ao longo da minha vida de padre, arcebispo e cardeal, fui chamado a entrar em contacto direto com a parte mais difícil do nosso povo. Não foi por acaso que adoptei como lema de toda a minha atividade pastoral a frase "SERVIR E NÃO SER SERVIDO", porque compreendo que estou ao serviço dos meus irmãos e não o contrário.

A minha nomeação para Arcebispo de Maputo abriu-me portas para um conhecimento mais profundo de entidades, instituições e personalidades de todo o mundo, aliado à facilidade de adaptação aos diferentes ambientes no universo da diversidade humana. Cultivei muitas simpatias e vi nisso uma grande oportunidade de colocar o interesse dos que mais sofrem acima de tudo.

Ao esboçar a criação de uma Fundação com o meu nome tinha como pressupostos:

a) A exposição da minha imagem criada ao longo de décadas de serviço aos outros;

b) A oportunidade de ajudar os mais necessitados a atingir um objetivo mais nobre na vida;

c) Evitar que um grande número de jovens, ainda em idade de continuar a sua formação, se veja na contingência de entrar num mundo de desemprego por falta de níveis académicos adequados;

d) Utilizar a Fundação como pessoa colectiva de direito privado para a criação de uma Universidade que seja o centro de educação e ensino moral e cívico do homem moçambicano;

e) Ter uma Fundação que seja um elo de ligação para que qualquer entidade interessada neste projeto eminentemente social possa ter espaço para participar;

f) Realizar todas as actividades ligadas à Fundação apenas para o fim de carácter social, interesse público e não como meio lucrativo;

g) Cultivar o espírito de solidariedade social em todos os domínios;

h) Ajudar nos esforços para a erradicação da pobreza absoluta no nosso país;

i) Apoiar as diversas iniciativas de carácter científico, académico, cultural e de investigação.

 

Como se pode constatar, a fundação prossegue fins que convergem para o desenvolvimento integral da sociedade moçambicana, cultivando um profundo respeito pela dignidade da pessoa humana no seu todo e lutando pela erradicação da pobreza absoluta.

Como para atingir estes objectivos é necessário ter um povo culto e instruído, entendi que não podia dissociar a Fundação da criação de uma Universidade, não como sendo uma instituição de ensino superior entre muitas outras, mas um espaço de aumento do conhecimento científico e académico baseado no rigor e na especialização. Os quadros que se formarão deverão ser dotados de conhecimentos sólidos, pois o ensino de que beneficiarão afastará qualquer possibilidade de facilitação na atribuição de graus académicos.

A Fundação não pode ser alheia à situação específica da maioria dos candidatos ao ensino superior. O estado de pobreza absoluta em que vive o povo moçambicano não deve constituir, por si só, um obstáculo para que os cérebros emergentes não tenham espaço e oportunidade para aproveitar plenamente as suas capacidades. Através da Fundação, podem ser encontrados mecanismos para dar o apoio necessário a estes jovens e dotar o país de quadros do ensino superior de que se possa orgulhar.

É também importante lembrar que existem muitas instituições e pessoas singulares, nacionais e estrangeiras, que desejam cooperar de uma forma mais efectiva nos esforços defendidos pela Fundação. Esta deve criar espaço e tempo para congregar todos os apoios que vão surgindo.

Finalmente, a Fundação será uma forma de projetar a imagem do país, interna e externamente, aproveitando a imagem criada por um dos seus filhos."

Cardeal Alexandre

Cardeal Dom Alexandre José Maria dos Santos

Departamento de Ética e Deontologia

  • Call numbers
  • Email
Missão

Formar Profissionais com qualidade de acordo com a Tradição Tomista de Investigação Científica, Excelência Académica, Extensões em matérias baseadas no conhecimento ético, dignidade da pessoa humana e direitos humanos.

Visão

Ser uma referência no país na educação da ética, da dignidade da pessoa humana dada por Deus e dos seus direitos.

Objetivos

1. O Departamento de Ética & Deontologia pretende constituir um pólo inovador no ensino da ética em Moçambique, através do progresso da investigação, do ensino e da utilização de métodos pedagógicos inovadores, com o objetivo de responder às novas exigências de formação do "homem novo". 2. O Departamento considera também que a sua vocação não é simplesmente a aquisição de um conjunto de informações e técnicas ou a preparação para uma carreira, embora estas sejam importantes em si mesmas e úteis para os futuros dirigentes. O fim último do Dicastério é antes o crescimento integral da pessoa que age, uma ação animada e guiada pelos valores cristãos. 3. Os objectivos do Dicastério são também os seguintes a) Revitalizar o projeto formativo da Universidade de São Tomás de Moçambique - "ensinar a mente e o coração"; b) Incutir a questão ética na formação de profissionais de diferentes áreas do saber aptos para a inserção no sector de trabalho; c) Direcionar a ética para um objetivo transformador do aluno no sentido de mudança de atitudes no respeito pela vida humana; d) Dar enfoques históricos com ênfase na formação do caráter moral como origem dos bons atos; e) Desenvolver temas actuais e globais como a educação global para a cidadania e a educação do espírito; f) Formar professores de ética em assuntos relacionados ao cuidado e lisura profissional; g) Desenvolver acções de formação para o aperfeiçoamento científico e técnico dos professores de ética e outros profissionais nos diversos ramos e sectores de atividade; h) Elaborar o Código de Ética dos funcionários, professores e estudantes da Universidade de São Tomé Moçambique; i) Incentivar a investigação científica no domínio da ética e da cultura e assumi-la como um meio de formação, de resolução de problemas com relevância para a sociedade e de apoio ao desenvolvimento do país; j) Formar professores e investigadores necessários para o funcionamento do ensino e da investigação em ética na Universidade de São Tomás de Moçambique e para a sociedade em geral; k) Realizar actividades de extensão, principalmente através da divulgação e troca de conhecimentos; l) Difundir valores para a comunidade universitária e sociedade em geral; m) Divulgar documentos e acordos relacionados com os direitos humanos e a ética; n) Prestar serviços à Universidade de São Tomé Moçambique; o) Promover acções de intercâmbio científico, técnico e cultural com outras instituições nacionais e estrangeiras; p) Reforçar a cidadania moçambicana, a moçambicanidade e a unidade nacional.

Departamento de Relações Públicas, Cooperação e Protocolo

  • Call numbers
  • Email
Missão

Promover a relação de cooperação bilateral entre as unidades orgânicas da USTM e também entre a USTM e as instituições de acordo com a tradição tomista de excelência, com vista a garantir eficácia e uniformidade na articulação com os vários parceiros envolvidos, seguindo os princípios da Ética e da Dignidade humana.

Visão

Ser líder no país e na região em matéria de aconselhamento, relações públicas, apoio e cooperação entre a USTM e as outras instituições.

Objetivos

- Assegurar a harmonização das normas de protocolo da USTM com as práticas nacionais e internacionais; - Aconselhar o Reitor da USTM em questões relacionadas com as relações públicas, a cooperação e o protocolo com instituições nacionais e internacionais; - Organizar as cerimónias da USTM e as que a USTM realiza com outras instituições; - Desenvolver e coordenar parcerias com instituições nacionais e internacionais para efeitos de intercâmbio e/ou mobilidade de estudantes, docentes e pessoal administrativo; - Promover parcerias de investigação conjunta com investigadores de instituições parceiras da USTM.

Departamento de Comunicação, Imagem e Marketing

  • Call numbers
  • Email
Objetivos
Visão
Missão

Apoiar a definição da política de comunicação interna e externa da USTM, divulgar a imagem da USTM, visão, valores e reforçar o papel de construção da dignidade da pessoa humana no ambiente acadêmico, científico, de extensão e pesquisa.

Afirmar a UTSM e as suas Unidades Orgânicas no contexto nacional e internacional como uma instituição de vanguarda, referência e excelência no ensino, na investigação e na prestação de serviços de qualidade.

Reforçar e divulgar a imagem e a identidade da USTM (logótipo, linha gráfica, slogan, lema, etc.).

Departamento de Arquivo e Documentação da USTM

  • Call numbers
  • Email
Missão

Assegurar condições de conservação, de modo a permitir o acesso justo e rápido aos documentos, à informação e à memória da Universidade, para servir de fonte de investigação histórica e científica, colaborando assim no desenvolvimento científico, tecnológico e cultural.

Visão

Ser uma referência como serviço de documentação e informação de excelência na gestão da informação e na prestação de serviços à comunidade universitária e à sociedade em geral.

Valores

Excelência e responsabilidade socio-informacional e flexível.

Direção Científica de Investigação e Extensão

Missão

Promover a investigação e a produção de conhecimento científico nas áreas de interesse do país.

Visão
Objetivos

Ser um líder de excelência na investigação científica e tecnológica, bem como na prestação de serviços de assessoria, consultoria e extensão às comunidades.

Produzir conhecimento científico e tecnológico para o bem das comunidades; Divulgar os produtos da investigação através de publicações e eventos científicos; Incentivar e promover actividades de formação de docentes, investigadores em áreas fundamentais para o desenvolvimento sócio-económico do país.

bottom of page